Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre o Aqui e o Ali..

A vida faz-nos querer estar em muitos sítios. Ansiamos por amanhã mas desejamos ser ainda ontem.. Queremos ficar aqui mas ao mesmo tempo que sonhamos já estar ali... É a incerteza que nos conduz pela estrada, cheia de curvas, até ao futuro!!

Entre o Aqui e o Ali..

A vida faz-nos querer estar em muitos sítios. Ansiamos por amanhã mas desejamos ser ainda ontem.. Queremos ficar aqui mas ao mesmo tempo que sonhamos já estar ali... É a incerteza que nos conduz pela estrada, cheia de curvas, até ao futuro!!

Descanso - Parte II

Como não há uma sem duas, no outro fim-de-semana lá nos decidimos a descer novamente até ás zonas algarvias para mais um período (mesmo que bem pequeno) de descanso. Certo é que os papás já lá estavam, com o quarto reservado mesmo à nossa espera.

Depois do trabalho, o arrumar da mala (pouca roupa para poucos dias, claro está) fez-se num ápice, mas o certo é que o relógio sempre conseguiu andar mais depressa que eu e quando nos lembrámos de olhar para ele, eram 22h e estávamos preparados para partir.

 

O primeiro dia foi de praia. Areia, sol, mar e mais mar. Assim que caminhámos para junto do azul marítmimo, apoderou-se de nós uma necessidade de vingar o nosso fantástico (e desfeito) colchão amarelo que não tinha durado mais que meio dia no fim-de-semana anterior. E foi aqui, que nos aventurámos na compra de um outro "colchenet" que cumpriu o seu propósito - durar mais tempo que o amarelinho.

 

Almoço descansado, sem pressas. E regresso à praia, onde o cenário era (bem conhecido com toda a certeza pelos turistas daquelas zonas algarvias) o vazio, com excepção para todos os chapéus de sol, fechados mas montados, que são deixados na areia a reservar o lugar.Tivemos direito até à tão famosa "(olha) boli berlim", pois as férias são merecedoras de uma tentação extraordinária.

 

O domingo foi dedicado ao Slide&Splash, a umas belas gargalhadas, cambalhotas, tropeções, sensações de costelas partidas. Gritos e mais gritos. Palpitações. Biquinis fora do seu lugar e fotografias indiscretas.

No final, o cansaço era maior ainda. Mas os momentos de diversão e de alegria vieram connosco. Mesmo depois de o descanso se ter tornado em cansaço.

 

 

 

 


 

 

Momento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gosto desta foto e pronto.. Nada mais a dizer quando se gosta (mesmo quando os outros do lado de fora não vêm nada nela).

Férias (Mini) - Campismo

Se não fossem aqueles 15 dias de lua-de-mel no ano passado, poderia estar perante a seguinte afirmação: já passei mais de dois anos sem ter férias, o que na realidade e vida de stress em que (todos) nós vivemos tal pode ser significativo de uma grande sobrecarga a nível de neurónios (o que ainda me resta).

 

E desta decidimos: vamos de fim-de-semana prolongado antes que o nosso poder de concentração se torne tão ínfimos que já não consígamos conter o nível de stress nos mínimos decentes.

 

Como diz um amigo meu: "Só me apetece brigar e discutir", e dado que eu estou quase a atingir esse nível, fui descansar um fim-de-semana à pacata cidade de quarteira. E nada melhor que levar a bela da tenda para umas noites junto da natureza!! Aqui ficam umas memórias!

 

 

 

 

 

 

 

Uma memória bem presente!

 

 

Após o dia das grandes emoções, várias são as vezes em que somos assaltadas pela necessidade de voltar a reviver o dia mais intenso, mais completo, mais feliz das nossas vidas.
Muitas de nós, olha, vê, revê imagens, fotos, pedaços que preencheram todo o nosso dia.

Eu passo constantemente por esse caminho. A dificuldade em escolher qual da foto que gosto mais. Qual ficaria melhor nesta moldura? E nesta? E naquela?

 

Algures no mês passado, a mãe perguntou: "não vais comprar um quadro com uma foto vossa, em grande?" "Credo mãe, claro que não.. Um quadro como vocês compravam para colocar atrás da cama? Nem pensar.." Como eu estava enganada.


Há pessoas que têm este dom de nos fazer ver a vida com outros olhos, e de conseguir dar um efeito magnífico até ao mais cinzento dos cenários. E é sobre isso que venho partilhar convosco a minha alegria do dia de hoje. O dia em que vou receber a presença assídua de algo na minha sala. Algo que com toda a certeza me irá arrancar um sorriso todas as manhãs, e me irá transportar para o sentimento de felicidade que me preenchia o peito e o coração.

 

Obrigada Mi (http://inside-decoracao.blogspot.com/) por toda esta dedicação e empenho em tudo o que fazes. Obrigada por toda a paixão que colocas em cada objecto e que nos faz ansiar sempre por mais e mais. Até não haver mais paredes lá em casa.

 

Ps: Estou com uma dificuldade acrescida! Qual delas escolho?? Uma ajudinha please.... :)